Resiliência: como trabalhar a arte de superar e resistir

*Por Priscilla Andrade Camilo

 

A imagem de uma bucha de lavar louça sendo esticada ao máximo e a sua capacidade de voltar à mesma forma inicial seria um exemplo metafórico do conceito de resiliência . Todos em algum momento de nossas vidas passaremos invariavelmente pela angústia e a dúvida, essa esticada da bucha que nos coloca em dúvida se conseguiremos voltar ao que éramos antes.

Esta semana estou terminando de assistir a segunda temporada de Outlander, uma série do Netflix, baseada em um livro que mostra exatamente o personagem (Jamie) que vive no século XVIII toda forma de bárbarie, tortura e perseguição de seu inimigo o capitão inglês Jack Black Randal que não lhe dá trégua, demonstrando a força de seu personagem ao passar pelas várias adversidades sem deixar de lutar por aquilo que acredita.

O personagem dessa história conseguiu me intrigar com a sua capacidade de passar por adversidades duras e cruéis, sendo afetado por elas profundamente em seu físico e emocional, porém sem deixar sua capacidade de se recuperar de cada uma delas.

Pode ser desenvolvida?

A capacidade de ser atravessado por momentos difíceis, situações imprevisíveis que nos faz perder controle testará o quanto de resiliência se têm ao enfrentar tais situações.

A resiliência é uma habilidade que pode ser desenvolvida, embora, alguns já a tenha sem nunca ter entrado em contato com uma situação extrema, a resiliência é determinante no sucesso ou fracasso que cada um se propõe na busca de seus objetivos.

A consciência de que não seremos engolidos por uma situação adversa, a observação evidente que não temos total controle de nossas vidas ajudará identificar quais emoções negativas estão envolvidas e que podem atrapalhar a habilidade de ter resiliência.

Como desenvolver resiliência?

Durante o trabalho de psicoterapia eu trabalho as ideias sobre resiliência com o meu cliente, exploro formas de mudar atitudes em relação aos erros, possibilitando que o próprio cliente encontre suas funções de suporte tornando-o mais bem equipado para construir sua própria história de resiliência em cada situação enfrentada.

Em alguns momentos seremos medidos não pela quantidade de informações que acumulamos, nem pela experiência que desenvolvemos em determinada àrea, mas poderemos ser analisados por nossa resiliência.

A boa notícia é que resiliência pode ser desenvolvida, treinada e experienciada, encontrando formas de seguir em frente, olhando o presente com vista para o futuro e identificando principalmente as emoções negativas que interrompem os indivíduos em seguir em frente.

Uma vez tendo a consciência da importância desse aspecto em nossas vidas, desenvolvê-la é imperativo à todos que desejam o sucesso.

Leia+ Como desenvolver relacionamento saudável?

 

Compartilhe com seus amigos 🙂

Deixe uma resposta